Pesquisadores desenvolvem bioestimulante que deixa a planta mais resistente à seca e mais produtiva

UnB desenvolve substância para as plantas produzirem mais e resistirem a seca.

Por Freepik

Pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB) desenvolveram uma substância que ajuda as plantas a produzir mais e a resistir à seca. A substância é uma partícula minúscula, invisível a olho nu, que, diluída em água, forma um estimulante para a planta: a arbolina, que os pesquisadores estudam há 7 anos em laboratórios de nanotecnologia.

 “A gente já consegue um produto comercial mantendo as mesmas propriedades. É um produto biodegradável, não acumula no ecossistema e é totalmente compatível com os seres vivos”, explica o estudante de doutorado da UnB Rogério Gomes Faria.

Para acessar a matéria na íntegra, clique aqui.

Fonte: Painel do Campo